HOME
EQUIPA
SERVIÇOS
CONTACTOS
QUANDO DEVE TRAZER O SEU CÃO/GATO A UMA CONSULTA
INFORMAÇÃO PARA VETERINÁRIOS
COMO VEÊM OS CÃES E OS GATOS
CIRURGIA DE CATARATAS
CIRURGIA DE CATARATAS
O que são cataratas?

Catarata é qualquer opacidade do cristalino.
Como uma máquina fotográfica, o olho tem uma lente, que ajuda a focar as imagens na retina (tecido nervoso sensível à luz, que se encontra na parte de trás do olho). Essa Lente chama-se cristalino.
Qualquer opacidade nessa lente chama-se catarata.




Qual a causa das cataratas?
  • Genética
A maior parte das cataratas no cão, são de origem genética. Surgem normalmente em cães jovens de raça pura.
  • Diabetes
A diabetes é uma causa comum de cataratas nos cães. Os estudos sugerem que 68-75% dos cães diabéticos desenvolvem cataratas até 1 ano após o diagnóstico.
  • Idade
Tal como nas pessoas, as cataratas relacionadas com a idade também aparecem nos cães. Normalmente, aparecem depois dos 6 anos nas raças grandes e 10 anos nas raças pequenas.
Estas cataratas normalmente evoluem muito lentamente.
  • Outras causas
As cataratas podem também ser causadas por tóxicos, traumatismos no olho, glaucoma e doenças degenerativas da retina.


Qual o tratamento das cataratas?
A cirurgia é o único processo de remover as cataratas.
A cirurgia consiste na remoção da catarata e na colocação duma lente intra-ocular sempre que possível.
A cirurgia é feita da mesma maneira que na medicina humana, isto é, com o auxílio dum microscópio cirúrgico, instrumentos de microcirurgia e um aparelho de facoemulsificação.


O que é a facoemulsificação?

Facoemulsificação é a técnica, na qual um pequeno instrumento ultra-sónico é introduzido no olho, através duma pequena incisão na córnea, para fragmentar a catarata e depois aspirá-la.




O que é uma lente intra-ocular?

Uma lente intra-ocular implanta-se durante a cirurgia para substituir o cristalino. As lentes são dobráveis, o que permite serem implantadas através duma pequena incisão.
Os cães com uma lente intra-ocular têm uma visão muito melhor.



Lente intra-ocular


Qual a taxa de sucesso da cirurgia de cataratas?

A taxa de sucesso é à volta de 90 a 95%. No entanto algumas complicações pós-operatórias podem surgir, como inflamação intra-ocular, descolamento da retina, glaucoma e opacidade na cápsula da lente. A probabilidade destas complicações acontecerem é maior em cataratas maduras e hipermaduras, isto é, quando cristalino já está completamente opaco. Nestes casos, normalmente já existe inflamação, antes da cirurgia. Por outro lado estas cataratas são muito mais duras, o que torna a facoemulsificação mais difícil e demorada. Por isso, é melhor fazer cirurgia numa fase precoce, em que o cristalino não está completamente opaco.



Cataratas imaturas  


No entanto, a maioria dos cães tem uma boa visão após a cirurgia e portanto uma melhor qualidade de vida.
  • As cataratas, se não forem operadas, provocam inflamação intra-ocular e como consequência, podem originar descolamentos de retina e glaucoma.